terça-feira, 7 de abril de 2009

O VELHO E O MAR


A obra de Errnest Hemingway conta a história de um velho chamado Santiago que pescava sozinho num esquife na Corrente do Golf e, durante 84 dias, não apanhou nenhum peixe.
O velho era gozado pelos seus colegas, mas um rapaz admirava – o muito.
O pescador, para provar aos colegas e ao rapaz (Manolin) o que valia, parte sozinho para o alto mar em busca de um peixe.
Nos seus primeiros quarenta dias, o rapaz vai com ele; mais tarde, os seus pais não permitem que este continue a acompanhar Santiago.
Santiago parte somente com duas iscas dadas por Manolin. O velho pescador alimentava-se de peixes, esperando debaixo do sol escaldante, a conversar consigo mesmo. Era muita a paciência e a persistência… após muito tempo, um peixe enorme morde o isco. O peixe deu – lhe muita luta, mas o velho consegui matá-lo. Depois um grupo de tubarões detectou o cheiro a sangue e comeu o peixe pescado.
O velho, já sem forças, estava exaustado, cansado, ferido e apenas com o esqueleto do peixe, que ainda assim, lhe rende a admiração de todos.

Marta Costa, 9ºD

1 comentário:

Anónimo disse...

Adoro o vosso jornal. É alegre,pertinente e contém informação muito útil.
Votos de continuação do bom trabalho!

Corguinhas - 1.º Período - 2019/2020

Jornal 20192020 Suplemento Publish at Calameo