segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

SÍMBOLOS NATALÍCIOS


PRESÉPIO: A palavra vem do hebraico e significa manjedoura (estábulo). No final do século II, já havia representações do presépio.




BOI E JUMENTO: É uma lenda dos primeiros tempos do cristianismo. Nenhum dos textos do Evangelho fala da presença destes animais. Seria uma reminiscência do texto do profeta Habacuc, que diz que "o Messias se manifestará entre os animais”.









ANJOS CANTORES: Os anjos cantores anunciam uma boa notícia: "Glória no mais alto dos céus e paz na terra aos homens de boa vontade". Os anjos, ou seja, mensageiros, surgem nos céus para confirmar o nascimento do Filho de Deus.





ESTRELA: A estrela tem quatro pontas e uma cauda luminosa. As quatro pontas representam as quatro direcções da terra: Norte, Sul, Leste e Oeste, de onde vêm os homens para adorar o Filho de Deus.








OS TRÊS REIS MAGOS: O Evangelho de Mateus é o único a relata a vinda dos sábios do Oriente. No século V, Orígenes e São Leão Magno propõem chamá-los de reis-magos. No século VII eles ganham nomes populares: Baltazar Belchior e Gaspar. Eles trazem ouro, incenso e mirra para o menino rei, Deus e Salvador.







PINHEIRO DE NATAL: Tradição nascida na Idade Média, que reúne dois símbolos religiosos: a luz e a vida. A actual árvore de Natal aparece na Alsácia no século XVI e no século seguinte espalha-se o hábito de iluminá-la com velas.



BOLAS COLORIDAS: Simbolizam os frutos da árvore viva que é Jesus. São os dons maravilhosos que o nascimento de Jesus nos trouxe. São as boas acções daqueles que vivem como Jesus.








VELAS: Para os cristãos, as velas simbolizam a fé e o amor em favor da causa do Reino de Deus. Velas são como vidas entregues para viver.










SINOS: Os sinos simbolizam o respeito ao divino e evocam, quando presos em torres, tudo o que está suspenso entre o céu e a terra e, portanto, são o ponto de comunicação entre ambos.









NEVE: O toque mágico do Natal vem com a brancura e o frio da neve (no hemisfério norte) que exigem que as pessoas convivam mais dentro de casa.






CARTÕES, PRESENTES E CEIA DE NATAL: A ceia lembra-nos o acto de Amor de Jesus. Lembra também a nossa origem enquanto religião que celebra a fé em torno de uma mesa de família.


PAI NATAL: O Pai Natal oferece às crianças presentes, brinquedos e carinhos da terceira idade. O actual Pai Natal, de roupa vermelha e saco às costas, nasceu nos Estados Unidos na metade do século XIX. Ele é introduzido na Europa depois da Primeira Guerra Mundial e impôs-se pouco a pouco pela pressão comercial daqueles que querem festejar o Natal sem referências religiosas.




Trabalho realizado por: Sara Correia 7ºC, Silvana Santos 7ºC, Miguel Cardoso 6ºA, Luís Leite 5ºE

Sem comentários: