domingo, 30 de novembro de 2008

PRÉMIOS ROTARY


No passado dia 22 de Novembro, na Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira, pelas 17:00h, realizou-se a entrega dos prémios “rotary” para os melhores alunos do ano 2008. Na mesa, estavam presentes alguns representantes do “rotary”, um representante da Câmara Municipal e um representante da DREN (Direcção Regional Educação do Norte). Além destes, estava também um jovem feirense de sucesso, o cantor Ricardo Azevedo.
Foram premiados vários alunos das escolas do nosso concelho.
Neste momento importante da vida, a Marta Freitas, do antigo 9ºB, ganhou o prémio de melhor aluna da nossa escola e contou com o apoio de alguns professores: Rosa Alves, Generosa Pinheiro e Manuel Couto.
PARABÉNS MARTA! TEMOS MUITO ORGULHO EM TI!

Trabalho realizado por: Bárbara Freitas Nº2 7ºF

“HALLOWEEN AT SCHOOL WAS COOL!”


No passado dia 31 de Outubro, dia de Halloween, a turma do CEF C, nas disciplinas de Inglês, Ciência Fisíco-Químicas, Paginação Gráfica e Composição de Trabalhos Gráficos e Comerciais, animou o dia com trabalhos manuais e algumas brincadeiras.
A Turma fez uma exposição sobre o Halloween, em cartolinas. Para tornar a decoração mais criativa e original, fez alguns desenhos, usando a sua imaginação. Foram usados vários materiais, como, por exemplo, folhas de árvores, latas de spray e moldes com imagens que representam o Halloween.
Na aula de Inglês, foi feita uma pesquisa sobre as origens e tradições desta festividade. Posteriormente, essa informação foi gravada em cartões, que foram espalhados por todo o recinto escolar.
Com a ajuda de CFQ fizeram uma poção mágica, com dióxido de carbono, que pretendia recriar um ambiente assustador.
Para finalizar, alguns alunos vestiram-se a rigor e foram pelas salas, pondo em prática a tradição mais conhecida do Halloween: “Trick or Treat”.

“ All kids had great fun!

Os Alunos do CEF C





HALLOWEEN - SÍMBOLOS E TRADIÇÕES

O Halloween é uma festa celebrada no dia 31 de Outubro, véspera do dia de Todos-os-Santos, que tem mais de 2500 anos. Ela é realizada nos países ocidentais, porém é mais representativa nos Estados Unidos.
Surgiu entre o povo celta que acreditava que, no último dia de Verão (31 de Outubro), os espíritos saíam dos cemitérios para se apoderarem dos corpos dos vivos. Para assustá-los, os celtas colocavam, nas casas, objectos assustadores, tais como: caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas, entre outros.
Esta festa foi condenada na Europa, durante a Idade Média, por ser uma festa pagã chamada Dia das Bruxas. Aqueles que comemoravam esta data eram perseguidos e condenados à fogueira pela Inquisição.



SÍMBOLOS E TRADIÇÕES


Esta festa está relacionada, na sua origem, com a morte e com figuras assustadoras. São símbolos comuns desta festa: fantasmas, bruxas, caveiras, monstros, gatos pretos e até personagens como Drácula e Frankestein. As crianças também participam nesta festa. Com a ajuda dos pais, usam fantasias assustadoras e partem de porta em porta, onde soltam a frase “Doçura ou travessura?”. Felizes, terminam a noite de 31 de Outubro, com sacos cheios de doces e guloseimas.

Bianca Lopes, 6ºC; Bruno Valente 6ºE; Simão Valente, 7ºE

PEDITÓRIO NACIONAL DA LIGA PORTUGUESA CONTRA O CANCRO

Nos dias 30 e 31 de Outubro, realizou-se, na nossa escola, o peditório da Liga Portuguesa Contra o Cancro dinamizada pelos alunos da turma A do 9º ano.
A comunidade educativa contribuiu para esta campanha dando uma oferta monetária.
Esperamos que o nosso contributo possa ajudar a diminuir o sofrimento de pessoas vítimas desta doença.
Pensamos que este tipo de iniciativas deve ser dinamizado com mais frequência na nossa escola, pois é uma maneira de chamar a atenção de todos para os problemas da sociedade.

Vera, Vanessa e Cristiana – 7ºC



















S. MARTINHO ANTIGAMENTE


Antigamente, o S. Martinho era festejado alegremente, em grandes festas, nos bairros e aldeias. Fazia-se uma fogueira onde se assavam as castanhas, que eram acompanhadas com o vinho novo que se ia buscar às adegas e com música da concertina.

Nas escolas, faziam-se fogueiras. Enquanto o lume ardia, as crianças saltavam por cima da fogueira e, depois de o fogo se apagar e as castanhas terem sido comidas, enfarruscavam as caras com a cinza.

Hoje em dia, já não se faz nada disto nas escolas e, de acordo com as notícias, os portugueses, apressados com a sua rotina diária, esquecem-se desta festividade.

Ivo Cardoso, 6ºC

PROVÉRBIOS POPULARES DE S. MARTINHO


  • No dia de S. Martinho vai à adega e prova o teu vinho.


  • Mais vale um castanheiro do que um saco com dinheiro.


  • Dia de S. Martinho fura o teu pipinho.


  • Do dia de S. Martinho ao Natal, o médico e o boticário enchem o teu bornal.


  • Pelo S. Martinho mata o teu porquinho e semeia o teu cebolinho.


  • Se o Inverno não erra caminho, tê-lo-ei pelo S. Martinho.


  • Se queres pasmar teu vizinho lavra, sacha e esterca pelo S. Martinho.


  • Dia de S. Martinho, lume, castanhas e vinho.


  • Pelo S. Martinho, prova o teu vinho, ao cabo de um ano já não te faz dano.


  • Pelo S. Martinho mata o teu porco e bebe o teu vinho.


  • Pelo S. Martinho semeia favas e vinho.


  • Pelo S. Martinho, nem nado nem cabacinho.


  • Água-pé, castanhas e vinho faz-se uma boa festa pelo S. Martinho



Sara e Joana, 7ºE


LENDA DE S. MARTINHO

Diz a lenda que, quando um cavaleiro romano, chamado Martinho, andava a fazer a ronda, viu um velho mendigo cheio de frio, pois estava praticamente nu. O dia era de chuva e frio intensos, e o velhinho que estava encharcado, tremia intensamente. O cavaleiro que era bondoso e gostava de ajudar as pessoas mais pobres, ao ver aquele mendigo, ficou cheio de pena e cortou a sua grossa capa ao meio com a espada e, de seguida, deu metade da sua capa ao mendigo. Alguns instantes depois, a chuva parou e apareceu, no céu, um Sol radioso.


Joel, Miguel, 7ºC; Ruben 6ºD

ORA VÊ LÁ SE ADIVINHAS



1-Tem três capas de Inverno
A primeira mete medo
A segunda é lustrosa
E a terceira é amargosa
.

2- Tenho camisa e casaco
Sem remendo nem buraco
Estoiro como um foguete
Se alguém no lume me mete

3- Se me rio, de mim sai uma donzela
Mais donzela do que eu
Ela vai com quem a leva
Eu fico com quem me deu

4-Em duas cores me preferem
Eu sou bom ou malfeitor;
Embora não tenha fala,
Dizem que sou falador.

5-Pai carinhoso
filho espinhoso
neto amoroso...

6- Ainda antes de a mãe nascer,
Já anda o filho a correr.


Soluções: 1- castanha; 2- castanha; 3- ouriço; 4- vinho; 5- castanheiro; 6- lume
Trabalho realizado por: Bárbara Freitas, 7ºF; Nils Ferreira, Márcio Santos, 7ºE

AS CASTANHAS

Segundo a tradição, acompanham-se as castanhas com água-pé ou jeropiga.

Para as cozer: dá-se-lhes um golpe superficial ou retira-se-lhe um pouco de pele do lado mais liso para assim tomarem melhor o sal e os outros temperos; põem-se depois a cozer em água bem temperada com sal e um pouco de erva-doce.

Para as assar: com brasas vivas, deitam-se as castanhas no assador, colocam-se a cerca de 5 cm das brasas, vão-se sacudindo de vez em quando e vão-se lançando pitadas de sal grosso até estarem prontas. Podem também ser assadas em forno bem quente, num tabuleiro com uma camada ligeira de sal por baixo e por cima. Não se esqueça que, em qualquer dos casos, é preciso golpeá-las. Convém também saber que as castanhas são muito nutritivas. Estufadas, cozidas, fritas ou em puré é óptimo acompanhamento para carnes.
Benefícios das castanhas:
· Pobre em gorduras
· Boa fonte de fibras
· Ricas em hidratos de carbono

Contrariamente à maioria dos outros frutos secos, as castanhas são ricas em hidratos de carbono complexos, sob a forma de amido e fibras, contendo também muito poucas proteínas e gorduras. As castanhas têm menos de metade das calorias da maioria dos outros frutos secos e um teor de água muito mais elevado. Cerca de 100 g de castanhas fornecem aproximadamente um terço da dose diária recomendada de vitamina E, e um quarto da de vitamina B6.

Trabalho de pesquisa realizado por: Sara e Silvana – 7ºC

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

CURSOS PROFISSIONAIS

Nos dias de hoje, um jovem tem muitas dificuldades em escolher e aprender uma profissão, mas, para o ajudar, há poucos anos, surgiu um novo sistema: os cursos profissionais.
Estes cursos dão a oportunidade aos jovens de concluírem o secundário e obterem o certificado de qualificação profissional de nível III, ficando assim os alunos aptos para ingressarem no mercado de trabalho ou, por outro lado, seguirem o ensino superior.
Destinam-se a jovens que concluíram o 3º ciclo do Ensino Básico, que querem fazer uma formação profissional específica ou que prefiram um estilo de aprendizagem mais prático. Pode inscrever-se neste tipo de cursos, o aluno que:
- concluiu o 9.º ano de escolaridade (mesmo não tendo realizado os exames nacionais de 9.º ano - Língua Portuguesa e Matemática) ou formação equivalente;
- procura um ensino mais prático e voltado para o mundo do trabalho;
- não exclui a hipótese de, mais tarde, prosseguir estudos.
A nossa escola, este ano, aderiu novamente ao projecto Cursos Profissionais, implementando o curso de Técnico de Comunicação, Marketing e Relações Públicas, com a turma A do 10º ano.
Neste curso, além das disciplinas habituais como: Português, Matemática, TIC, Educação Física, Área de Integração, Inglês e História e Cultura das Artes temos, também, as disciplinas práticas, é o caso de CGA (Comunicações Gráficas e Audiovisuais), Marketing, CPC (Comunicação Publicitária e Criatividade) e TPCRP (Técnicas Práticas de Comunicação e Relações Públicas).
Este é um curso muito interessante e com diversas saídas profissionais. Assim sendo, um técnico de Comunicação/Marketing, Relações Públicas e Publicidade poderá exercer funções em Empresas de Comunicação Social, Empresas de Marketing e Publicidade, Agências de Publicidade, Departamentos de Relações Públicas de empresas e instituições.
No final dos três anos, o curso permite-nos a entrada no mundo profissional.
TU, QUERES TER UM FUTURO???
ENTÃO, APOSTA JÁ!!!

A Turma do 10º A

BIBLIOTECA DE TURMA 10º A

VAI AONDE TE LEVA O CORAÇÃO

E quando à tua frente se abrirem muitas estradas e não souberes a que hás-de escolher, não te metas por uma ao acaso, senta-te e espera. Respira com a mesma profundidade confiante com que respiraste no dia em que vieste ao mundo, e sem deixares que nada te distraia, espera e volta a esperar. Fica quieta, em silêncio e ouve o teu coração. Quando ele te falar, levanta-te e vai para onde ele te levar." Susanna Tamaro

“Este livro transmite-nos lições de moral para a vida e leva-nos a reflectir sobre certas atitudes que, por vezes, tomamos. Recomendo seriamente este livro!” –Bruno Almeida, nº 24, 10º A

Outras sugestões de leitura feitas pela turma A do 10º ano:

- O Alquimista de Paulo Coelho – sugerido por Paulo Sérgio
- O Jovem Indiana Jones e o Dragão de Ouro de William McCoy, sugerido por Samuel Mota
- O Clube das Chaves Regressa à República de Maria Teresa Maia Gonzalez, sugerido por Pedro Valente
- Mayada- Filha do Iraque de Jean Sasson, sugerido por Jéssica Pinheiro

HI 5


Os hi5 têm sido um fenómeno crescente entre os jovens. Quase todos, hoje em dia, têm uma página de hi5.
Com a chegada dos hi5, os fotologs caíram em desuso.
O hi5 é uma página na Internet em que colocamos fotos, fazemos amigos de todos os cantos do país e do mundo, comentamos os perfis e as fotos dos nossos amigos (alguns deles apenas virtuais), fazemos vídeos, mudamos os perfis.... Enfim, temos muitas possibilidades.
Lá, praticamente está a nossa vida exposta: temos as nossas fotografias, os nossos dados: nome, data de nascimento e localidade onde vivemos, gostos e preferências, comentários de quem visita o nosso perfil, etc.
Mas, devemos ter cuidado com o que escrevemos. Há sempre por perto piratas informáticos que utilizam os dados que lá estão para fazerem coisas menos sensatas.
Por isso, se tens uma dessas páginas tem atenção às informações que lá colocas acerca de ti como: morada, fotos em que estás bastante visível e com descrição, dados como a escola que frequentas e nome verídico. Esse tipo de pessoas aproveitam os hi5 para ridicularizar as fotos e voltam a recolocá-las em circulação na Internet, obter dados e chantagear os utilizadores. Para além de piratas informáticos, também circulam na Internet pedófilos que se aproveitam dos dados para estabelecer contactos com as suas possíveis vítimas.
Tem atenção e, se pretendes continuar a ter a tua conta de hi5 aberta, toma cuidado.
Lembra-te: pode acontecer a todos nós!

Marta Maltez 9ºD

NÓS E A MODA

Somos, todos os dias, demasiadamente bombardeados pela publicidade que “dita a moda”.
As novas tendências de cada estação influenciam-nos de tal ordem que anulamos a nossa personalidade, que nos identifica, para nos tornarmos pessoas uniformes. Passam, então, a chamar-nos “Betas” ou “Dreds”, conforme o estilo que assumimos e as marcas que diariamente publicitamos de graça e sem darmos conta.
Efectivamente, sem repararmos nisso, a moda pode ter um preço muito alto: a perda da identidade. O que se torna ainda mais dramático, quando não conseguimos, por motivos financeiros acompanhar as modas e ficamos excluídos socialmente. Sabemos, muitas vezes, que usamos uma marca, uma peça de roupa, um perfume, não porque gostamos, mas porque, está na moda.
Em síntese, não devemos deixar que os nossos gostos continuem a ser anulados, desta forma. As pessoas não valem pelo estilo que escolhem para viver, mas sim pela intensidade com que vivem.


Liliana, Marlene, Vanessa e Tânia, 11º A

JONAS BROHERS


De certeza que este nome não te passa despercebido. Têm sido a “banda revelação” do momento.
Desde que participaram no recente filme da Disney, “Camp Rock”, as suas músicas têm sido muito ouvidas.
A banda entrou no filme do Disney Channel, onde representam o papel de uma banda chamada "Connect 3". Joe actua no papel principal, "Shane Gray", onde contracena com Demi Lovato, que faz a personagem "Mitchie Torres"; Nick actua no papel de "Nate", e Kevin no de "Jason".
Inicialmente, o grupo denominava-se "Sons Of Jonas", até que optaram pelo nome "Jonas Brothers
O grupo musical “Jonas Brothers” é constituído por três irmãos: Kevin Jonas, Joe Jonas e Nick Jonas, que dão à banda o seu nome.
Mas nem só os irmãos fazem parte da banda, também há outros elementos que tocam guitarra solo, baixo, bateria e teclado.
Os irmãos Jonas formaram a banda em 1999, nos Estados Unidos da América, seu país de origem.
Os Jonas Brothers têm três estilos musicais: Teen pop, Bubblegum pop e Pop rock . Eles lançaram três álbuns: “It's About Time”, “Jonas Brothers” e “A Little Bit Longer”.
Para além dos três irmãos Kevin, Nick e Joe, eles têm um irmão mais novo, Franklin Nathaniel Jonas , que não quer entrar na banda quando ficar mais velho. Segundo Joe, Frankie quer formar a sua própria banda.
Se ainda não conhecias esta banda, espero que, com esta informação, tenhas a curiosidade de saber mais sobre estes irmãos e que admires as suas músicas.
Trabalho de pesquisa de:Marta Maltez 9ºD

UM AMIGO É...

alguém que nos ajuda.

alguém que gosta de nós.

alguém que nos apoia.

alguém que está sempre do nosso lado.

alguém que nos ouve.

alguém que nos compreende.

alguém que guarda os nossos segredos.

alguém que nos defende.

alguém que nunca nos abandona.

Um amigo é alguém como TU!


Joana Mota e Sara Castro, 7º E

A AVENTURA NO ESPAÇO

Numa tarde de Primavera, a Lebre sonhadora e a Tartaruga andante encontraram-se no bosque. Depois de um longo passeio, reparam no céu estrelado e a Lebre lembrou-se do seu sonho de infância: visitar o espaço.
Apresentou-o à Tartaruga que foi para casa pensar. Entretanto, lembrou-se do seu amigo, o Cão engenhocas, a quem foi apresentar a sua ideia.
Nessa mesma noite, depois de terem ido buscar uma cenoura enorme à horta do Gigante, transformaram-na numa nave especial.
Ao amanhecer, a nave especial já estava pronta para partir. A Tartaruga, entusiasmada e apressada, foi chamar a Lebre à sua toca. Ela revelou que tinha preparado uma surpresa e foram ambas para o bosque. Quando chegaram, a Lebre ficou impressionada com a surpresa que a Tartaruga tinha preparado. Esta perguntou:
- Gostaste da minha surpresa?
A Lebre respondeu:
- Adorei, nunca ninguém me preparou uma surpresa como esta! És a minha melhor amiga, gosto muito de ti.
A Tartaruga ficou muito contente e disse:
- Que tal entrarmos na nossa nave cenoura? Vamos vestir os fatos e viver a nossa aventura.
A Lebre considerou que se tratava de uma ideia maravilhosa!
Quando já estava tudo pronto, o Cão engenhocas muito determinado, tomou o comando da nave e lá seguiram a sua viagem.
Já em pleno Espaço, após deixarem a Terra e Júpiter, o Cão engenhocas detectou sinal de vida no planeta seguinte.
A Tartaruga e a Lebre questionaram:
- Vamos a Saturno?
O Cão engenhocas comentou:
- Sim, vamos. O Radar inteligente indica a presença de estranhas formas de vida. Temos de investigar se são ou não Extraterrestres.
- Ó Cão engenhocas, os Extraterrestres são como os humanos? Feios e grandes? E têm erva por cima dos olhos? – Perguntou a Lebre.
Antes que o Cão engenhocas respondesse a Tartaruga perguntou:
- E alguns têm carapaça por cima dos olhos?
- Todos os seres que não habitam no planeta Terra são Extraterrestres. Se existem em Saturno são Saturnianos. Vamos ver quem eles são? …- Finalizou o Cão engenhocas.

Redacção colectiva do 7º F

PARA MIM, UM LIVRO...


É um vício, um prazer e tudo o que se possa imaginar…, mas sobretudo algo que dificilmente, da noite para o dia, se poderá abandonar…

Não é apenas um conjunto de páginas, protegidas pela capa e contracapa, com índice, introdução e capítulos…

É amizade, fantasia, sonho, objecto de predilecção…
Até o ser, passa por um enorme processo que o faz transpirar imenso e, essencialmente, sofrer…, pois é cortado, prensado, esmagado…

Mas, no final deste moroso e doloroso percurso, eis que surge um produto inigualável, invejável… palavras, frases, texto, em prosa ou em verso, acompanhados de muito, muito colorido e ilustrações variadasTodo ele faz brotar sentimentos, emoções, chegando mesmo a fazer despontar a lágrima que, tantas vezes, teimamos em esconder, mas que transparece, o que de mais puro a nossa alma alberga…

Vanda Pinto, N.º 19, 8º B

SER POETA...

É ser livre
De escrever o que lhe apetecer,
O que vive e sente,
Para não mais se esquecer…

É ser livre
De, com palavras, brincar,
Palavras que, por vezes, mal interpretadas
Darão azo a crises instaladas…

É ser livre
De usar a conotação,
Mesmo estando ela
No coração…

É difícil, muitas vezes, de perceber
O que está a escrever…
Mas, com um pouco de atenção,
Rapidamente será perceptível à sua e nossa razão!...


Eduarda Reis, N.Vida de Poeta …


Para mim, um Poeta…
É u
m Ser que pode sonhar e escrever, seguindo a sua imaginação. É livre para o fazer…
Um Poeta é também um inventor da escrita. Não tem idade, sexo, nem cor definidos. Pode ser criança, adulto ou velho. Mulher ou homem. Branco, preto ou quiçá vermelho!...
Não tem hora para escrever, fá-lo quando quer ou, mais precisamente, quando a inspiração lhe chega, o invade…

VANDA PINTO, N.º 19, 8º B




TRAVA LÍNGUAS


O rato roeu a roupa do rei de Roma.
A rainha com raiva resolveu remendar.





Qual é o doce que é mais doce do que batata doce?
Respondi que o doce que é mais doce do que o doce da batata doce é o doce que é feito com o doce de batata doce.







Hoje é domingo
Toca o sino.
O sino é de ouro
Mata o touro.
O touro é valente
Mata a gente
A gente é mole
Rebenta o fole.


A Turma do 6ºB

ADIVINHAS


-Qual é a coisa, qual é ela que tem três capas de Inverno: a primeira mete medo, a segunda é lustrosa e a terceira é amargosa?







-Tem escamas e não é peixe; tem coroa e não é rei?









-Não tem pé e corre; tem leito e não dorme; quando pára, morre.








-Tem barba e não é homem; tem dentes e não é galo?







-Sou redondo como a lua, mas em ponto pequeno;
Sou fêmea quando estou nua, vestido sou masculino.








-Dois irmãos do mesmo nome, vão marchando com afinco.
Mas um dá sessenta passos, enquanto o outro dá cinco.







-É varinha de condão, que ao tocar numa caixinha, faz luz na escuridão.








-O que é, que é, que nasce grande e morre pequeno?








-Só a faz quem a tem, pois quem não a tem não a faz; se a tem pode não fazer, se a fizer, já não a faz.





-Somos duas irmãs gémeas, despidas ou enfeitadas; nunca nos podemos ver e nunca andamos zangadas.


A Turma do 6ºB